Por Ordem Judicial, Bolsonaro afasta diretor-presidente da Ancine

diretor-presidente da Ancine
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Nesta sexta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, cumprindo uma ordem judicial da 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro; afastaram o diretor-presidente da Ancine (Agência Nacional do Cinema) Christian de Castro Oliveira. Para substituí-lo, foi nomeado Alex Braga Muniz para o posto de diretor-presidente.

O afastamento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta sexta (30), isto porque ele foi alvo de investigações da Polícia Federal (PF) no governo de Michel Temer (MDB). Castro Oliveira começou seu mandato no início de 2018, e terminaria em outubro de 2021.

O Ministério Público Federal (MPF) afirma que, entre as datas de 31/10/2017 e 15/12/2017 Castro Oliveira e mais dois funcionários da Ancine, também investigados; “teriam acessado os sistemas eletrônicos da Ancine e passado informações sigilosas a Ricardo Martins, sócio de Oliveira e, à época, sem vínculos com a Agência”, sendo que estas informações eram sigilosas.

Veja também:

 

Bolsonaro Estava Descontente

Bolsonaro estava descontente com a Ancine já algum tempo e isto ficou evidente em julho deste ano. Naquele mês o presidente chegou a informar que acabaria com a agência de fomento ao cinema. Em seguida, provavelmente como medida estratégica; ele afirmou que colocaria um filtro nas políticas de apoio. Naquela época, criticou veemente o apoio público (com verba pública) a produções como o filme Bruna Surfistinha.

Política da Ancine

Utilizando as mídias sociais, Bolsonaro voltou a criticar a agência e como os projetos foram criados por ela. “Se a Ancine não tivesse a cabeça toda com mandato, já tinha degolado todo mundo”, disse o presidente Bolsonaro. A polêmica mais recente do presidente com as produções cinematográfico se deu por conta de um edital. Isto porque através da convocação previa o financiamento de filmes que envolvem a temática LGBT. Diante disso o presidente cancelou o edital e mostrou através do documento como funciona a política da Ancine e porque ele é contrário a esta política.

1 Trackback / Pingback

  1. Divulgação de Informações Falsas Será Investigada Por Comissão

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*