17 Fatos Curiosos Sobre o Arco-íris

Quem podia imaginar que esses “arcos maravilhosos” possuem uma história tão colorida?

É difícil ver um arco-íris e não sentir que algo especial está acontecendo. Alguns de nós podem até parar com os nossos afazeres para observar a beleza desta manifestação da natureza. Também podemos mencionar as tradições de promessa de boa sorte. Os arco-íris são impressionantes, como estrelas cadentes e luzes do norte, eles são magia total, estilo mãe natureza. Um fato em quase todas as culturas desde o início dos tempos.

Mas enquanto todos nós sabemos que um pote de ouro aguarda uma pessoa sortuda o suficiente para ser encontrado no fim de um arco-íris; além disso o que mais nós realmente sabemos sobre esses fenômenos coloridos? Existem mais coisas em um arco-íris do que nossos olhos conseguem observar!

Alguns fatos e curiosidades sobre o arco-íris

1. “Arco-Íris” vem do latim arcus pluvius , que significa “arco das chuvas”.

2. Nos tempos dos gregos e romanos antigos, acreditava-se que os arco-íris eram um caminho criado pela deusa do arco-íris, íris, ligando-nos aos imortais.

3. O que os arco-íris têm a ver com os pavões? Os gregos usaram a palavra “íris” para se referir a qualquer círculo colorido. Por exemplo, a íris do olho ou até mesmo o ponto na cauda de um pavão. Outras palavras que seguem o exemplo da deusa do arco-íris incluem a flor da íris, o irídio químico e a palavra “iridescente”.

4. Embora os arco-íris figurem proeminentemente nos mitos e religiões de tantas culturas ao longo da história, ninguém tinha ideia do que realmente eram até o século XVII.

Um Pouco de História

5. O poeta épico grego Homero acreditava que os arco-íris eram feitos de uma única cor, roxa. (Como decididamente não poético.)

6. O filósofo grego Xenophanes elaborou sobre o arco-íris com outras duas cores, dizendo que era composto de roxo, amarelo-verde e vermelho.

7. Aristóteles concordou com Xenófanes em seu tratado, Meteorológica: “O arco-íris tem três cores, e estas três, e não outras.” Aparentemente este era um tema quente!

8. Durante o Renascimento, foi decidido que não, havia quatro cores: vermelho, azul, verde e amarelo. No século XVII, os pensadores ocidentais concordaram em cinco cores: vermelho, amarelo, verde, azul e roxo.

9. Em 1637, René Descartes descobriu sobre os arco-íris, que eram causados ​​pela luz do sol sendo dividida em diferentes cores pela chuva. Estrela de ouro para Descartes.

10. Em 1666, Isaac Newton acrescentou índigo e laranja para nos dar as 7 cores que todos nós conhecemos e amamos hoje. No entanto, na China, os arco-íris são mais propensos a conter apenas cinco cores.

11. A verdade é que não há um número definido de cores em um arco-íris! Cada matiz se mistura ao seguinte sem um limite rígido, deixando a interpretação para a pessoa que a vê e para a cultura que a definiu.

Não é um Objeto Físico

12. E, de fato, um arco-íris nem mesmo “existe”,… não é um objeto, é um fenômeno óptico. É por isso que duas pessoas não vêem o mesmo arco-íris idêntico.

13. The Telegraph explica a magia como tal: “Cada gota de chuva funciona como um pequeno espelho imperfeito. Quando o sol está bem atrás de você, a luz passa através das gotas de chuva; depois reflete sua superfície traseira e volta para você. A luz é refratada ou “dobrada” ligeiramente quando passa do ar para a água, e novamente quando volta ao ar. Os diferentes comprimentos de onda que se combinam para fazer a luz são “dobrados” por diferentes quantidades; (42º para o vermelho fim do espectro) sendo uma quantidade menor para o violeta. Cada gota de chuva atua como prisma (refração) e espelho (reflexão). “

 Sobre o Arco-íris

Arco-íris Duplo

14. Arco-íris duplos ocorrem quando a luz pula dentro da gota de água mais de uma vez antes de escapar, o espectro do segundo arco será invertido. Às vezes, terceiro ou quarto arco-íris podem ser vistos.

15. Entre um arco-íris e o céu é mais escuro porque a luz refletida nas gotas de chuva nesta parte não alcança o observador. Alerta de nerd de plantão! Esta área tem um nome: banda de Alexandre, em homenagem a Alexandre de Afrodisias, que a descreveu pela primeira vez em 200 DC.

16. Arco-íris podem ocorrer em névoa, neblina, maresia, cachoeiras e em qualquer lugar onde a luz encontra a água no céu e os ângulos são propícios. Há também raros arcos-lua feitos à noite pela luz da lua … embora nossos olhos os interpretam como brancos.

17. O arco-íris de maior duração (ou mais observado) do mundo foi visto em Sheffield, Inglaterra; em 14 de março de 1994 – durou das 9h às 15h. (Se alguma vez houve uma oportunidade para garantir um pote de ouro …!).

Para dúvidas, críticas ou sugestões; deixem seus comentários logo abaixo.

Obrigado à todos por lerem o artigo e tenham um ótimo dia!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*